Este blog foi desativado em 10/03/2014. Visite o novo projeto: Como está escrito

sexta-feira, 6 de julho de 2007

O "Segredo" 35



"Porque virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina. Desejosos de ouvir novidades, escolherão para si uma multidão de mestres, ao sabor das suas paixões, e hão-de afastar os ouvidos da verdade, aplicando-os às fábulas" (2 Tim 4, 3-4).

Não pode se dizer que é uma novidade no mundo editorial. O livro "O Segredo", de Rhonda Byrne traz em seu enredo idéias há muito divulgadas, porém com substituição de algumas coisas por outras. Usar o poder da nossa própria mente para conseguir não uma, mas qualquer realização pessoal, em todos os aspectos: financeiro, amoroso, profissional...

A diferença é que, anteriormente, o elemento místico vinha de algum poder externo à nós mesmos, uma força, um ou vários deuses, ou espíritos, qualquer coisa. Mas a tendência atual das pessoas é a de rejeitar qualquer coisa relacionada à religião. Não há mais espaço pra Deus na vida moderna, onde a competição é determinante para manter seu emprego, seus amigos, a pessoa amada; é estimulada a cobiça e o orgulho todo tempo. Seguir os ensinamentos de Jesus, que muitas vezes nos faz passar por tribulações, e que incentiva a colaboração, a entrega de toda sua vida a Deus, a humildade, e o não-apego às coisas materiais, certamente não é muito agradável, nem fácil. A esperteza do livro, que se tornou um grande sucesso de vendas no mundo inteiro (e que virou até filme), é que estes elementos místicos antigos foram trocados pela ciência. Uma ciência nova, digamos de passagem: a física quântica, que está sendo uma grande pedra de tropeço até para os cientistas. Pra quem é fã de carteirinha do deus deste século - neste caso, a ciência - esta obra parece muito agradável e muito esclarecedora. E olha que nem é muito científico o que é usado, mas tem uma "aura" de ciência. Parece real. Parece que funciona. Parece experimentável. Parece. Quem quiser ler mais sobre isto, veja a revista Galileu deste mês (jul/2007).

Já que Deus não atende nossos apelos egoístas, precisamos de outra forma de conseguir o que queremos. E agora, o egoísmo humano chegou ao ponto de apelarmos somente a nossa mente, nosso pensamento. Trazer coisas à realidade pelo nosso próprio poder. É um estágio onde não precisamos de ninguém mais. Pra nada. É só ver a vendagem de livros de auto-ajuda. Que, aliás, não ajudam em nada. Quem compra um livro destes, acaba comprando outros. Não porque funcione, mas porque não acharam o que queriam. Esperam encontrá-lo na próxima leitura. Rhonda Byrne, sim, é que descobriu o segredo: o segredo de ganhar dinheiro, se aproveitando a ignorância das pessoas. Que, a propósito, não é segredo pra ninguém mais.

comment 35 comentário(s):

Natália Coelho disse...

Não concordo com vc... Atualmente venho lendo muitos livros acerca da física quântica, novos paradigmas, princípio da totalidade, essas coisas... Inclusive tem um filme que assisti que versa sobre estas questões "Quem somos nós?" e na minha concepção eles não ignoram Deus, muito menos querem substituir por uma nova ciência... apenas eles nos fornecem uma nova maneira de compreender DEUS, ou seja, podemos transcender além dessa visão mecanicista de DEUS. Esse Deus culpabilizador, que pune os pecadores, aquele O qual iremos "prestar contas" no final de nossa vida... realmente ninguém aguenta mais!

Leandro Teixeira disse...

Olá Natália!
Respeito o fato de você não concordar, mas deixe-me colocar algumas coisas.
1- Não são os cientistas em si que trocaram Deus pela ciência, até porque não há muitos que crêem que Ele existe. Falei, no post, das pessoas em geral.
2- Reinterpretar Deus de uma forma mais branda, já que "ninguém aguenta mais" um Deus que pune os pecadores, não é novidade. Mesmo que queiramos construir um "deus" conforme os nossos tempos e nossos gostos, isto de forma alguma irá mudar o que Deus é.
3- Felizmente, a graça e a misericórdia de Deus é tão imensa, que até a pessoa que você pensar ser a mais passível de uma punição severa pode, se se arrepender sinceramente, ter sua salvação garantida.
4- Eu, pessoalmente, não penso que a ciência em si contrarie Deus, ou vice-versa. Penso que vamos chegar num ponto onde a ciência humana encontrará a Deus.
5- Eu concordo em procurar entender melhor a Deus. Mas não concordo em querer adaptá-lo aos nossos caprichos e vontades. Deus não seria soberano se pudéssemos fazer isso. Não passaria de obra de mãos humanas.

Abraço!

Marilia on 20 de julho de 2007 10:10 disse...

Caro Leandro, concordo com seus comentários acerca do filme "O Segredo" e também sobre o miserável "Quem somos nós". Ambos foram empurrados (digo, vendidos, o que já deve fazer parte da tática de ganhar dinheiro a partir do que o filme/livro preconiza...) para meu namorado por sua psicóloga "new age". Fiquei impressionada a princípio, mas depois algo me incomodou profundamente sobre o embasamento teórico que fundamenta as "obras". Fui à pesquisa e foi um fiasco... 90% do que procurei "endeusava" a "nova teoria. Sou atéia, mas não caio neste conto barato e pérfido destas teorias risíveis. Como você mesmo disse essa visão de um deus humanizado, punidor não pode existir, muito menos um bom deus que a tudo perdoa... Não acredito em nenhuma forma sobrenatural de poder. Somos responsáveis por nossos atos. Bom, este é assunto para outro comentário.

Van on 27 de julho de 2007 09:53 disse...

Achei linda a música e concordei em tudo com o seu texto.

Ainda bem que existem pessoas como vc no mundo!

A vitória é nossa!

Van on 27 de julho de 2007 10:03 disse...

Comunidade do Oekut: O Segredo é mentira

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=33176490

regina72007 on 31 de julho de 2007 13:52 disse...

Ola, meu nome é Regina e sou evangélica, achei O Segredo algo que já está desde muito antes postado na Biblia em muitas passagens. Aliás não é nenhum segredo saber que somos filhos do REI e podemos TODAS as coisas pois Ele nos fortalece! è impossível agradar a Deus sem fé, a fé vem com sua comunhão diária com Deus, pensamentos positivos fazem parte da nossa comunhão com Deus os negativos não pois geram ansiedade e dúvidas. Não deixar a ansiedade tomar conta de nós pois Ele nos tem cuidado e guardado. TUDO o que pedirmos em nome de Jesus Deus ouve e nos atende! Posso sim desejar e crer que vou conseguir TUDO o que quero pois eu sou filha de DEUS. TODAS as coisas nos são lícitas mas nem todas nos convém, o cristão deve ter discernimento e bom senso. Eu posso todos os dias desejar algo e conseguir, pois Deus nos dá capacidade para isso. Tudo o que conseguimos é por permissão de Deus e por nosso esforço em segundo lugar. Eu já tive várias experiências nesse sentido, de querer algo, pedir a Deus e todos os dias ter fé inabalável de que iria conseguir, estou passando por uma experiência assim ultimamente, e tenho aprendido a descansar em Deus, esperar que vou conseguir em nome de Jesus. Tem muito crente egoísta, mesquinho, negativo, cheio de doenças, problemas, ansiedades.... não descansa em Deus! O Segredo, pode ser usado sim pelo crente tendo o bom senso de entregar Tudo nas mãos Daquele que nos guarda. No filme não vi nada que falasse o contrário de Deus, nem que fossem contra. Deus nos deu inteligência, nos criou a sua imagem e semelhança, e estamos aqui para fazer a diferença, ser o sal e a luz do mundo. As coisas desejadas são subjetivas para mim a felicidade é ter apenas uma casinha de sape, para outros ter uma mansão é o que lhes importa, o problema é quando a gente faz dos nosso desejo ou daquilo que temos idolo para nossa vida. Conheço pessoas que não vivem sem limpar seu carro todos os dias e de apreciá-lo (ou adorá-lo)... aí que está o problema o pecado. Tem crente que não adora imagens, mas adora o carro, a casa, as roupas de marcas... o dinheiro e a conta no banco, o cartão de crédito...
Deus nos deu sabedoria para distinguir as coisas, aproveitar as boas e descartar as más, mesmo em um filme ou livro tão polêmico!

Portucale on 1 de agosto de 2007 08:42 disse...

Mesmo nos momentos difíceis Deus está lá, Ele nunca desiste dos seus filhos. Apenas temos que estar atentos e não ficar à espera que tudo caia do céu! Orar, ler a Bíblia e falar com as pessoas que Ele nos coloca no caminho. O segredo está Nele que é o Caminho , a Verdade e a Vida.

Leandro Teixeira disse...

Cara regina72007:

Percebi que você aprecia muito a teologia triunfalista, e provavelmente é adepta da confissão positiva. Percebi também que tens um conhecimento equivocado de algumas passagens bíblicas.

"Tudo posso naquele que me fortalece" - realmente. Leia o capítulo inteiro e você verá que Paulo fala que tanto na prosperidade quando na necessidade ele suportava. Deus o fortalecia na fraqueza. Não diz que ele podia fazer tudo, conseguir tudo, como você argumentou.

Você disse: "Posso sim desejar e crer que vou conseguir TUDO o que quero pois eu sou filha de DEUS" - bom... abra a sua Bíblia (você tem uma?) e abra em Mateus 26.39-44. Jesus orando pedindo a Deus que passe dele aquele tormento da cruz. Você sabe o desfecho, não é? Deus não atendeu... será que Ele era filho de Deus? Aproveita e dê uma olhada também em 2Sm 12.16. Davi orou e jejuou 7 dias para que seu filho não morresse. Leia e veja.

Você disse: "Eu já tive várias experiências nesse sentido, de querer algo, pedir a Deus e todos os dias ter fé inabalável de que iria conseguir" - é um problema levar a experiência pessoa acima da revelação das Escrituras. Infelizmente é um mal freqüente nas igreja hoje em dia. Mas levando em conta o que eu coloquei no item anterior, quem sabe Jesus não tinha uma fé inabalável? hein!? Deve ter sido por isso que ele não foi atendido...

"No filme não vi nada que falasse o contrário de Deus, nem que fossem contra." - O filme(sic) foi feito para vender o livro. No livro, tem um dos co-autores que diz que devemos pedir "à grande força do universo... é como o gênio da lâmpada... ele nos atende sempre" (citação parafraseada - não estou com paciência para procurar). Isto é bem coisa de quem gosta de "decretar", "ordenar" e outras palavras de ordem da confissão positiva. Deus não é soberano? Onipotente? E o pessoal quer mandar nEle?!!!

"Deus nos deu inteligência, nos criou a sua imagem e semelhança, e estamos aqui para fazer a diferença, ser o sal e a luz do mundo." - certamente. Mas te exorto a começar usar essa inteligência, principalmente lendo a Palavra e deixar o ES te ensinar. Quando você começa a não enxergar o que está errado e pensar que está tudo bem... tem problema! 1Ts 5.3 - Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobre-virá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão.

chihiro disse...

esqueçam um pouco tudo o que a "sociedade" vos ensinou...

reparem nisto: desde que nascemos somos sempre "dirigidos" para algo que nos é ensinado por outros, ensinam-nos o que é bom e mau, o que está certo e errado, etc, etc, e quando chega a altura de fazer as nossas proprias escolhas, as nossas mentes ja estão de tal forma "viciadas" nesses "ensinamentos", que escolhermos por nós mesmos é quase impossivel, pois ao longo de anos e anos fomos feito á "imagem" da sociedade onde vivemos, mas isto aplica-se a tudo, desde a escolha da religião, da politica, do clube de futebol, e até do julgamento de sociedades inteiras...

por isso irá sempre existir alguem que prefere o quente, e outros que preferem o frio, uns são catolicos, outros evangelistas, uns comem carne, outros são vegetarianos...

onde quero chegar? simples....não julguem aquilo que está correcto ou errado, não digam ser donos de uma unica verdade, pois tudo existe, e aquilo que cada um de nós acreditar ser a verdade, então assim será na sua vida...

o segredo, não poe em causa se existe um deus, ou se os humanos precisam de um deus, para mim o que algo como o segredo tenta trasmitir, é que nós podemos mesmo ser o que quisermos, e que tudo o que imaginarmos e acreditarmos, nos será "revelado" nas nossas vidas, essa é a magia do segredo, que tudo existe, que tudo é possivel, e que todos estamos "certos", sejam as nossas escolhas, a religião catolica, ou evangelista, a pobreza ou a riqueza, o choro ou o sorriso, seja o que for, toda e qualquer escolha será sempre a nossa verdade, por isso não julguem se outros escolhem, não acreditar naquilo que vocês acreditam, porque o mais importante, é vivermos apenas aquilo que acreditarmos, e deixar que os outros vivam as suas proprias crenças, sejam elas aquilo que for...

fiquem em paz, e sorriam :)

Maria disse...

Nunca fui adepta de livros de auto-ajuda até porque só acredito que com muito trabalho e luta se conquista o muito ou pouco que se tenha.
Só hoje tive conhecimento do livro e então fiz pesquisa sobre o assunto.
Quanto ao poder do pensamento acredito que sim, ele é poderoso mas nem tudo é possível até porque nem tudo conseguimos impedir que nos aconteça uma vez que é a nossa mente em luta constante com tantas outras. O poder está e estará sempre na forma como nós conseguimos dar a volta nas situações que nos vão surgindo e aí entra o optimismo ou o péssimismo.
Quanto a Deus, muitas vezes me interrogo se será imaginário porque a lei dele não é igual para todos. Pergunto a Deus porque será que uma criança deverá sofrer tanto com um cancro pois a sua cura e a sua luta para vencer é demasiado dura. A resposta será sempre que é uma provação para os pais. Um povo que morre de fome devastado pela guerra aí a resposta será "é um ensinamento para o mundo". Sinceramente é um desgosto para todos nós. A criança doente nada pode no seu poder da mente e os povos em guerra e famintos nem tempo têm para se lembrar de semelhante.
Erramos todos os dias e ajudamos todos os dias.
Pedimos a Deus que nos ajude ou seja, pedimos a alguém imaginário a quem desabafamos os mais intimos segredos e revelamos as nossas preocupações que nos dê a graça de um milagre e adormecemos descansados. Nós buscamos o conforto do nosso inconsciente que por vezes se revela em sofrimento.
Sonhei ter quando pequena a profissão que hoje tenho mas por mero acaso consegui e sonhei em pequena ter o que hoje tenho que com muita luta consegui mas também sonhei não ter muitas outras coisas que hoje infelizmente tenho que com paciência se resolvem de certeza.
O meu segredo é nunca fazer projectos de nada porque sai furado e viver um dia de cada vez.

Leandro Teixeira disse...

CHIHIRO:


"...quando chega a altura de fazer as nossas proprias escolhas, as nossas mentes ja estão de tal forma "viciadas" nesses "ensinamentos", que escolhermos por nós mesmos é quase impossivel..."

Eu não entendi o que você escreveu. Para escolher, você precisa ter pelo menos duas opções. Se você não tivesse aprendido, ou por ensinamento ou por experiência própria, você não poderia escolher o que quisesse, o "melhor", ou a "sua verdade", como você diz. Não saberia as opções. E além disso, você pode escolher fazer o que quiser, mesmo sendo contra o senso comum. Pra você seria fácil, não seria? Já que o que é certo cada um deve definir por si mesmo...

"...aquilo que cada um de nós acreditar ser a verdade, então assim será na sua vida..."

Você diz que a verdade é relativa. Isto quer dizer que se eu matar minha mãe quando ela completar 50 anos e eu acreditar que isto é certo, então ninguém poderia falar nada, pois esta é a "minha verdade"? Todos devem fazer de conta que não é errado para respeitar minha decisão, meu juizo?

"...e que todos estamos "certos", sejam as nossas escolhas, a religião catolica, ou evangelista, a pobreza ou a riqueza, o choro ou o sorriso, seja o que for..."

Que teoria interessante. Duas coisas mutuamente exclusivas não podem ser verdades ao mesmo tempo, ou podem? Vamos pegar o exemplo da religião. Os católicos adoram a imagens, e falam que a Bíblia permite. Os evangélicos não adoram qualquer tipo de imagem, e que isto está proibido na Bìbila. Qual dos dois está certo? Ou um está certo, ou os dois estão errados, e a verdade está em outro lugar. Agora, não existe esta história de todas as "verdades" serem A verdade.

Lembrando um comentário anterior: o que eu ou você pensamos sobre algo não muda a essência desta coisa. Se você achar a maçã saborosa e eu não, a maçã continuará com as mesmas propriedades.

chihiro disse...

Leandro Teixeira disse:

"Eu não entendi o que você escreveu. Para escolher, você precisa ter pelo menos duas opções. Se você não tivesse aprendido, ou por ensinamento ou por experiência própria, você não poderia escolher o que quisesse, o "melhor", ou a "sua verdade", como você diz. Não saberia as opções. E além disso, você pode escolher fazer o que quiser, mesmo sendo contra o senso comum. Pra você seria fácil, não seria? Já que o que é certo cada um deve definir por si mesmo."

Não entendeu? acredito mais que prefira não entender..mas eu explico..Claro que as escolhas sobre qualquer coisa podem sempre ser nossas, mas o que lhe expliquei aqui, é que muitos como por exemplo, as religiões, seja ela qual for, faz com que as mentes de milhões de pessoas sejam feitas á "sua imagem", convencem as pessoas que só aquilo é a verdade, e que se não seguir essa verdade então será punido, castigado, pregado, chicoteado, etc, etc,etc...conclusão: milhões de pessoas não escolhem pela sua propria vontade, pois cultos como as religiões, fizeram com que elas tenham medo de escolher qualquer outra coisa que desejem...

LEANDRO TEIXEIRA DISSE:

"Você diz que a verdade é relativa. Isto quer dizer que se eu matar minha mãe quando ela completar 50 anos e eu acreditar que isto é certo, então ninguém poderia falar nada, pois esta é a "minha verdade"? Todos devem fazer de conta que não é errado para respeitar minha decisão, meu juizo?"

CHIHIRO RESPONDEU:

ouviu-me dizer que a verdade é relativa? vejo que "aprendeu" bem ao ler a Biblia, pois todos que a lêem interpretam-na cada um á sua maneira, coisa que você fez agora com aquilo que escrevi...
Eu não falei em verdade relativa, pois isso não existe, verdade é apenas a verdade, e se a sua verdade é a de matar alguem, então essa é a SUA verdade, não disse que teria de ser a de muitos outros, e que sendo assim teriam de concordar consigo, pois como não deve ter lido bem, eu disse que cada um tem a sua VERDADE, e isso não quer dizer que todos vamos aceitar a verdade de outrem como uma só..quer um exemplo..a igreja catolica..anos e anos a dizer o que é a verdade, e milhões seguem essa verdade, e quem não a seguiu? lembra-se da história?
O QUE EU DISSE È QUE TODOS TEMOS O DIREITO DE FAZER AS NOSSAS POPRIAS ESCOLHAS SEJAM ELAS BOAS OU MÀS...

LEANDRO TEIXEIRA DISSE:
"Que teoria interessante. Duas coisas mutuamente exclusivas não podem ser verdades ao mesmo tempo, ou podem? Vamos pegar o exemplo da religião. Os católicos adoram a imagens, e falam que a Bíblia permite. Os evangélicos não adoram qualquer tipo de imagem, e que isto está proibido na Bìbila. Qual dos dois está certo? Ou um está certo, ou os dois estão errados, e a verdade está em outro lugar. Agora, não existe esta história de todas as "verdades" serem A verdade.

CHIHIRO DISSE:

Ambos estão certos porque essa é a sua verdade, aquilo em que acreditam é a sua FÉ...
Tem de EXISTIR DE TUDO, para que você eu e todos possamos saber o que é SER TUDO, mas você acha que não existe essa história...então essa é a sua verdade, mas não lhe dá o direito de dizer que isso não pode existir, aceite a sua opinião apenas como sendo a sua, e não a queira transformar em algo que outros tambem têm de aceitar..
Por exemplo: você saberia o que é o frio, se não existisse o quente? você saberia dar o verdadeiro valor ao amor, se não existisse o odio, você entenderia o que significa o choro se não existisse o sorriso? entenda que eu não lhe estou a dizer que você está errado, porque eu acredito que estamos todos certos, e que vivemos num mundo de experiências, onde podemos ser tudo, e para o podermos fazer, tem de existir de tudo.

LEANDRO TEIXEIRA DISSE:

"Lembrando um comentário anterior: o que eu ou você pensamos sobre algo não muda a essência desta coisa. Se você achar a maçã saborosa e eu não, a maçã continuará com as mesmas propriedades. "

CHIHIRO DISSE:
Está a ver..para si a maçâ tem sempre as "mesmas propriedades", para mim a maçã é algo que pode ser, e ter os mais diversos estados de "propriedades" que conseguirmos imaginar...mas claro você acredita no que um dia alguem lhe disse ser uma maçã, e eu acredito que uma maçã pode ser mais que isso...

e quem está certo?? exactamente, estamos os dois caro amigo, pois tudo e possivel, tudo tem de existir, tudo o que imaginares em teu pensamento, assim será...

Fique em paz e sorria...

Leandro Teixeira disse...

Chihiro:

As suas colocações:
1- "...aquilo que cada um de nós acreditar ser a verdade, então assim será na sua vida..." (no comentário anterior) e
2- "...verdade é a de matar alguem, então essa é a SUA verdade, não disse que teria de ser a de muitos outros, e que sendo assim teriam de concordar consigo..."(no último comentário);
dão a exata idéia de que estás falando de "verdade relativa", embora você não escreva com estas palavras.

Você diz:
"...é que muitos como por exemplo, as religiões, seja ela qual for, faz com que as mentes de milhões de pessoas sejam feitas á 'sua imagem', convencem as pessoas que só aquilo é a verdade, e que se não seguir essa verdade então será punido, castigado, pregado, chicoteado, etc, etc,etc...conclusão: milhões de pessoas não escolhem pela sua propria vontade, pois cultos como as religiões, fizeram com que elas tenham medo de escolher qualquer outra coisa que desejem..."

É bem verdade que muitos são "persuadidos" a seguirem por um caminho, usando para isto terrorismo e medo de condenação. Mas isto não significa que eles aceitem isso como verdade. No meu trabalho, por exemplo, eu posso pensar que determinada forma de trabalhar não é certa, mas meu patrão obriga-me a cumprir o serviço. Eu faço o serviço, por medo de ser despedido, mas não significa que eu a aceite como correta. Quando você sabe que algo é verdade, você toma partido, não por medo, mas por amor. Mas sempre há os que são 'convencidos', mas estes, na pressão (ou em uma 'boa' ocasião), logo desistem. E também há os que se aproveitam e exploram a verdade. Estes convencidos e os exploradores são os que normalmente envergonham a todos que seguem a verdade. Não concordas?

Você diz:
"...a igreja catolica..anos e anos a dizer o que é a verdade, e milhões seguem essa verdade, e quem não a seguiu? lembra-se da história?"

Um autor conhecido, C.S. Lewis, comenta em um de seus livros: "não julgue a Cristo pela minha incapacidade de seguir o que ele ensinou". Você deu um ótimo exemplo do que os exploradores da verdade fizeram com o cristianismo. A igreja católica, juntamente com grupos políticos, na idade média, solapou a verdade, a transformaram num instrumento de colonização e destruição das culturas e de dominação sobre os povos conquistados e submetidos, usando o medo e condenação de um Deus desconhecido para eles. Não era essa a idéia que Jesus tinha de "pregar o evangelho a toda criatura". Se quiseres saber mais sobre como era feita a evangelização, leia o livro de Atos, na Bíblia. É bem interessante.

Você diz:
"Ambos estão certos porque essa é a sua verdade, aquilo em que acreditam é a sua FÉ"

Cuidado, meu amigo. Verdade e fé em algo ou alguém não são a mesma coisa. Pois se eu tiver fé que existam gnomos, isto se tornará verdade? Se eu comprar um carro, tendo fé que não vou precisar pagá-lo, vou conseguir? Se tornará verdade, por acaso? Se bem que é isso o que o "segredo" ensina...

Você diz:
"O QUE EU DISSE È QUE TODOS TEMOS O DIREITO DE FAZER AS NOSSAS POPRIAS ESCOLHAS SEJAM ELAS BOAS OU MÀS..."

Concordo em gênero, número e grau. Agora, me responda: quem define o padrão "bom" e o padrão "mal" para você, principalmente numa sociedade onde valores muito antigos estão deixando de serem considerados por serem justamente 'muito antigos'? E no abandono destes valores, estamos vendo que nosso modo de viver está cada vez mais hedonista, egoísta e dando menos importância à vida. Por isso é que eu não gosto desta publicação, "o segredo". Porque os valores que ela prega são estes: realização pessoal acima de qualquer coisa e egoísmo, pois não se precisa de mais ninguém, a não ser como um "trampolim" para seus próprios desejos. E tem outra coisa: qualquer escolha que tomarmos faz com que nos responsabilizemos pelas consequências. Boas árvores são bons frutos, lembras?

Com respeito,

Leandro.

chihiro disse...

não duvide que se você acreditar que existem gnomos então eles existem...acha impossivel, ou uma loucura, algo assim?

então porque ainda acredita num deus que nunca viu?

já sei...você vai encontrar um qualquer "discurso" que faça sentido para tudo o que você acredita, mas porque só o que você acredita é verdade porque tudo o resto é mentira.. só porque você o diz..

é por esse tipo de dialogos como o seu que milhões se têm afastado daquilo a que chamam de religiões..

graças a minha consciência, pessoas como você já não me conseguem desviar daquilo que eu acredito, mas só para acabar, ouça isto:

Coisas como o "segredo" são más, e só servem para tirar dinheiro ás pessoas certo? e a religião? serve para quê? eu digo-lhe..o VATICANO é a maior BURLA de sempre, pois apenas tira e nada dá, e se não acreditar, veja o filme da MAdre teresa de Calcutá, onde ela se dirige ao vaticano para pedir ajuda para MATAR A FOME A MILHÕES DE PESSOAS e o que recebe é um ENORME NÃO..porquê? claro você deve ter algum tipo de resposta "divina" e que faça sentido, não é?

Fique em paz, e se não acreditar em algo, em vez de condenar e julgar deixe que os outros decidam por si, porque acredite ou não, todos estamos CERTOS, seja ela qual for a experiência que escolhemos...

sorria

Leandro Teixeira disse...

Chihiro:

Não penso em te convencer usando minhas palavras, minha experiência ou palavras de outras pessoas. Embora eu quisesse, não funciona assim. Comigo não funcionou quando tentaram fazer comigo.

Nem sempre fui cristão, Chihiro. Pensava até mesmo em algumas coisas da mesmíssima forma que você. Nós dois temos uma vivência diferente; ou talvez não. E isto nos levou a caminhos diversos, como se percebe. Eu acredito em Deus, sim, e na obra de Jesus na cruz, mas nenhuma pessoa me convenceu. Chegou um momento na minha vida em que fui confrontado com isto e tive que fazer uma escolha. Dou graças a Deus porque temos esta liberdade, o livre-arbítrio. Como você disse, fazemos escolhas boas e más. E sempre vamos verificar o resultado destas escolhas após tê-las feito.

A escolha que fiz me trouxe paz. Paz, mesmo em momentos de tribulação. E posso te dizer que, mesmo as coisas que antes estavam fora do meu entendimento, agora eu as compreendo. E entendo o Amor. Amor com letra maiúscula mesmo.

Não penso em te convencer. Seria muita pretensão minha. Se alguém acreditasse em algo só lendo, todos que lessem a Bíblia, por exemplo, acreditariam no que esta escrito nela. Mas não funciona assim, não é mesmo?

Eu não culpo você por não aceitar a verdade na qual eu acredito. Eu falo do que sei, assim como você fala do que sabe. E não vou te deixar 'um discurso'.

Mas esqueça a igreja católica. Ela aparentemente nunca foi a Igreja de Cristo. E também muitas igrejas evangélicas são. Esqueça as religiões. Não é nelas que eu acredito. E mais: não confie nos homens. São todos falhos. Inclusive eu e você. Mas a Igreja de Cristo, esta sim é verdadeira. Esta Igreja não tem placa. Não tem um dono humano. Porque ela não foi feita por homens. Foi estabelecida por Deus. Deus dá o testemunho disto. O Espírito Santo testemunha isto no meu coração. Se isto que estás lendo não fizer sentido pra você agora, esqueça. Mas eu, sinceramente, oro a Deus que um dia isto faça sentido.

No mais, fique a vontade para voltar ao blog e comentar, ok?

Abraço!

Chihiro disse...

Acabei por me "tornar" em algo que eu critico neste nosso pequeno dialogo, acabei por estar a julgar alguem, quando critico aqueles que julgam, e por isso peço-lhe desculpa, não fui justo consigo, porque você apenas falou naquilo que acredita, e eu fui buscar palavras de julgamento em relação ás religiões, e até á sua opinião, e nunca o deveria ter feito, e por isso mais uma vez desculpe.

E sim você tem razão, os homens são todos "falhos" inclusive nós dois, e não se preocupe se as suas palavras vão fazer sentido para mim ou não, o que realmente importa é o quanto isso faz sentido para si, o quanto isso o emociona, isso é o mais importante, e nunca se "cale" quando outros individuos (como eu por exemplo), tentarem fazer você acreditar em algo que não é a sua fé, só por acharem que "eles" seguem a fé "correcta", pois se você acredita em algo com emoção, então siga essa emoção, e pelas suas ultimas palavras, reparei que é com muita emoção que você fala na sua fé, e isso basta para que qualquer um respeite a sua escolha.

Fique em paz, e continue a olhar para o "céu", pois o "céu" irá olhar sempre por si.

Um abraço, Chihiro.

Josmael disse...

Leandro e Chihiro, gostei muito do diálogo de vocês. Esse tipo de debate justifica a existência de um Blog. Gostei do inicio ao fim, um apanhado de diferenças que convergiram em semelhanças. Ainda mais sobre o tema mais polêmico de toda a humanidade. Além disso, Leandro, você colocou melhor a sua posição religiosa, que a princípio parecia um tanto “standard” – algo de prateleira.

Concordo com boa parte do que vocês dois disseram. Leandro, gosto da sua forma cristã de ser sem ter uma "religião ®©" e "templos S.A." (pelo que entendi) e gosto da forma "metafísica", a meu ver, do Chihiro. O ponto de atrito entre vocês dois (na minha percepção dos textos) é algo sobre o qual quero discorrer.

Primeiro, gostei do seu desfecho: “...não confie nos homens. São todos falhos. Inclusive eu e você...”. Gostei também do cabeçalho do seu post: "Porque virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina. Desejosos de ouvir novidades, escolherão para si uma multidão de mestres, ao sabor das suas paixões, e hão-de afastar os ouvidos da verdade, aplicando-os às fábulas".

Afinal, somos frutos do tempo e é difícil acreditar em uma única verdade tendo várias constantemente enfiadas goela a baixo. Conforme passam as gerações é mais difícil para a geração daqueles que tiveram a experiência de um milagre convencer as gerações seguintes. O milagre se enfraquece e o espetáculo da multiplicação dos peixes pode ser visto como um ato de ilusionismo barato e desbotado. Este desbotamento não significa que o milagre não tenha acontecido. A verdade, mesmo a factual, se torna algo difícil de acreditar, pois, como você mesmo disse “todos os homens são falhos” e vai que algum deles fez um “face lift” ao seu modo?
Creio que a verdade, no nível consciente, de cada um é fruto da experiência que temos dela - na nossa vida – e isso faz da verdade absoluta, aquela em que você tem de acreditar perante a custódia do castigo eterno, relativa. O problema é que cada um tem uma experiência de vida única que estabelece aquilo que temos como verdade e nós por natureza temos uma curiosidade absurda de saber como é a verdade do outro para podermos compará-las e, talvez, chegar a uma conclusão racional a respeito da existência de uma única – a verdade absoluta. Verdades relativas e verdade absoluta... qual delas é a verdade verdadeira? Será ela relativa ou totalitária? Ou tanto faz?
Vejo que isso é uma questão filosófica e questões filosóficas não tem fim! Na filosofia o que você escolher para você, vale. Pelo que li, este é o ponto de vista do Chihiro e pelo que li no seu Blog, percebo que você é uma pessoa que pesquisa muito o cristianismo na tentativa de construir e dar suporte à sua experiência. Geralmente, um cristão procura a verdade na Bíblia e um filósofo a procura nos escritos dos grandes pensadores. Muitas vezes eles esquecem de procurá-las em suas vidas. Contudo, suspeito que, mesmo se você pudesse ler todos os livros e conversar com todos os pensadores da humanidade as respostas continuariam filosóficas.
E então? ...deus ou Deus? "Deus" está acima da filosofia e "deus" abaixo. A segunda alternativa aceita a nossa limitação racional como animal (segundo alguns pensadores) e a primeira nos coloca acima, num nível espiritual que mesmo não podendo compreendê-lo podemos ter a experiência de senti-lo. Isto é metaconsciência- a consciência da consciência. Que coisa legal!

A minha opinião sobre tudo isso, (principalmente sobre as divergências existentes entre vocês dois, tentando chegar a um meio termo), é a de que muitas vezes tentamos e SEMPRE falhamos em racionalizar emoções. Falhamos ao tentar tornar o inconsciente consciente; o subjetivo objetivo. Falhamos ao tentar racionalizar a fé. Ao tentar explicar a nossa experiência ao invés de aceitá-la no todo, ao tentar entender o outro sem ao mesmo entender a nós mesmos e querer fazer com que o outro entenda a si mesmo a nossa maneira. Aliás, como eu mesmo estou fazendo neste momento.
Explicar algo para alguém implica traduzir em palavras o objeto que estamos dissecando. Colocar palavras em algo que você só tem contato em um nível de consciência no qual as palavras não existem resulta em algo “chulé” para muitos. Parte da nossa experiência de vida é subjetiva. Esquecemos que somos mais do que podemos compreender, ou seja, que somos limitados em compreender a nossa existência e a nossa experiência.
Toda a nossa experiência é trabalhada em partes diferentes do cérebro, partes antagônicas – esquerda e direita; racional e emocional. E sobre isto nós sabemos quase nada. Seja lá quem ou o quê nos colocou neste mundo nos fez com um “software e um hardware fantástico”. Porém, estudos científicos provam que pessoas que sofrem com distúrbios emocionais podem bater em e até matar alguém (incluindo a própria mãe) e ter este fato como algo certo e lógico. Logo, para elas não existe nada de errado. O absurdo está no observador. Para o observador elas iriam para o inferno. Para o criador talvez não, Talvez existam artigos e cláusulas a respeito do destino das pessoas com defeito de fabricação, afinal, o registro moral na CPU delas, que balizavam as suas decisões, tinha problemas. Discorrer sobre isso parece até piada e reflete o quanto nos é desconhecido sobre nossa vida além terra (ao menos expresso aqui a minha ignorância a este respeito, não me lembro de ter morrido alguma vez).
Enfim, não podemos esquecer de nossa parte animal - temos uma rede complexa de neurônios e que em nenhum outro momento da história pôde ser estudada como hoje. Hoje temos a tecnologia mais avançada de que se tem conhecimento. Tecnologia é conhecimento aplicado e esta também vem sendo empregada a serviço da fé. Em outras palavras, todo o conhecimento da humanidade aplicado a serviço da fé. O interessante disso é que mesmo podendo mandar um foguete ao espaço ainda estamos buscando respostas lógicas e verbais sobre a nossa existência. Queremos achar uma frase escrita no DNA do tipo “o sentido da vida é...”.

Podem discordar de mim... mas lá no fundo... acho que o foco de toda a ciência não está na busca da verdade, como muitos dizem, mas sim, bem lá no fundo, na busca da existência de Deus.

Logo, iniciativas do tipo “O Segredo” e “Quem somos nós”, salvando as sacaneações feitas com as palavras de alguns cientistas, acredito, tentam por ciência em tudo isso. Na tentativa de dar um colorido hi-tech e fortalecer a fé na existência em algo maior, tendo em vista o desbotamento da fé para alguns. Isso só ocorre porque existem interesses, seja o de matar a charada ou o de conseguir uma vida melhor.
Inicialmente, quando comecei meus estudos nesses assuntos, achava que as referidas visões, que na verdade foram TODAS extraídas dos pensamentos de um cara que viveu no início do século passado chamado “Wallace D. Wattles”, renegavam a Deus. Depois percebi que no fundo todas elas tratam da mesma coisa, você só deve tomar cuidado com a interpretação daquilo que lê e do que lhe dizem. Mais uma vez. Você só deve tomar cuidado com a interpretação daquilo que você lê e do que lhe dizem. A meu ver, o absurdo não está na realidade mas na interpretação que temos dela. O absurdo não está na “Bíblia” ou no “Segredo”, mas na interpretação que fazemos, na interpretação que as pessoas fazem dessas escrituras e na interpretação que fazemos da interpretação dessas pessoas. Será que temos todo esse poder? Será que essas escrituras são algo que devemos seguir cegamente, mesmo sabendo dos interesses historicamente nelas registrados?
Grande parte do calor dissipado em assuntos que envolvem religião recai na ligação dela com o dinheiro e o “marketing do inferno”, como muitos dizem. O ponto polêmico do “Segredo” e de “Quem somos nós” está em por Deus e o Diabo lado a lado, ao colocar Deus, ou o Universo, como o grande banco inesgotável, que nunca pede aprovação de crédito, nunca pede antecedentes criminais e referências pessoais. Uma idéia completamente contrária à disciplina e a penitência cobrada nas igrejas.
Com o tempo, percebi que os americanos, possivelmente o povo mais influente da humanidade, entendem o dinheiro de uma forma diferente do que os outros povos. Eles não vêem o dinheiro como sendo o Demônio. Para um povo latino, altamente influenciado pela igreja católica, ter a mesma compreensão leva tempo. Principalmente para você perder a visão materialista e “pecaminosa” em si. Realmente, o dinheiro lhe dá poder e pode aguçar o pior do ser humano, como a ganância. Com o tempo percebi que nós não precisamos das coisas, mas sim da alegria que elas nos proporcionam. Poder dar de comer ao seu filho, presentear a pessoa amada entre outras, é algo fantástico – é o prazer da doação. Logo, o dinheiro é poderoso porque nos permite trocas – o dinheiro nos permite uma experiência subjetiva. Por que não criar mais?
Enfim, aonde eu quero chegar, a “Bíblia” e “O Segredo”, são duas escrituras, frutos do tempo, escritas por pessoas (e muitas vezes reeditadas ao sabor do tempo e interesses). Não sou nenhum sábio, não sei muitas coisas e frequentemente me equivoco, mas sei que nenhum projeto, nenhuma realização humana consegue êxito sem o emprego de recursos. Sendo assim, é fato que a obra de Deus não sobrevive “brilhando” e “tinindo” ao tempo sem dinheiro. Você precisa dele para construir templos, para imprimir Bíblias para que seus servos possam continuar e perpetuar a idéia. Logo, alguém investe nessas idéias e investidores investem em recompensas e o fazem por livre e espontânea vontade. Não vejo problemas em alguém comprar livros de auto-ajuda, a Bíblia os DVDs entre outros. Não vejo problema no fato dessas pessoas não encontrarem aquilo que procuram nesses materiais e não vejo problema algum alguém ganhar algum dinheiro com isso com o intuito de viver melhor. TUDO o que é realizado exige sacrifício, escrever um livro ruim é tão cansativo quanto escrever um livro bom. Hoje com a internet aliada ao marketing boca a boca que sempre existiu as fraudes e charlatanices caem por água a baixo com o tempo. O pior que pode acontecer é você perder alguns trocados mas até esse processo é positivo, pois vai servir pra deixar você mais esperto.

Para encerrar, acho que devemos tomar muito cuidado com aquilo que pensamos. Pensar positivo e acreditar que podemos ampliar as nossas vidas, realmente funciona mais do que uma postura reativa. QUESTÕES FILOSÓFICAS NÃO TEM FIM. Logo, leiam “O Segredo”, leiam a Bíblia, leiam a lista telefônica, o cardápio da pizzaria, escrevam neste Blog... e no final olhem dentro de si mesmas pois, quem sabe, o “segredo” pode estar lá... não acreditem e nem deixem de acreditar... somos frutos das escolhas que fazemos e sempre podemos escolher diferente amanhã, ao menos que escolhamos não ter nenhum amanhã.

Busquem, pois não temos como fugir da busca! Seja ela qual for.

Grato por todos aqueles que rezam por um mundo melhor... até logo!

Cristina disse...

Como alguém pode ter a presunção de achar que sabe quem ou como é Deus? Ao contrário do seu filho, Jesus Cristo, Deus é um imenso Mistério. Algo que ultrapassa qualquer ser humano, por muito sapiente ou iluminado que se julgue. Deus é indizível. É Tudo. É Nada. Porque existe para lá de todas as ideias e pensamentos que possamos ter sobre ele. Quem nunca se sentiu confuso com a Santíssima Trindade? Pai, Filho e Espírito Santo? Três em um?! Como pode o Pai ser também o Filho feito Homem e ao mesmo tempo o Espírito Santo??
Nada disto é compreensível à (pouca) luz dos nossos conhecimentos, da nossa realidade. Por isso é um Mistério. O Grande Mistério da Fé Cristã. E assim permanecerá, venham padres, papas, beatas ou os vendilhões do nosso temp(l)o.

Sejamos humildes. Nada sabemos.

Respeitosos cumprimentos para todos.

Leandro Teixeira disse...

Olá Cristina! Tudo bem?
Eu não sei exatamente pra quem você escreveu isto (pois não identificou se era pra mim ou outro, ou pra todos...), mas quero escrever algumas coisas.

Você disse:
"Como alguém pode ter a presunção de achar que sabe quem ou como é Deus? Ao contrário do seu filho, Jesus Cristo, Deus é um imenso Mistério."

Da minha parte, nunca afirmei que conheço TUDO de Deus. O que eu sei vem da Bíblia e da vida de Jesus. Aliás, Jesus disse isto, em Joao 14 8-9:
"Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?"
Então, o que eu sei vem daí.

Cristina disse:
"Deus é indizível. É Tudo. É Nada."
Desculpe-me, mas onde você achou isto na Bíblia? Deus é o nada? Um lugar onde eu vi que falam isto é num site daquele pessoal que "vive de luz"- Clique aqui para visitar

No mais, eu concordo contigo. Não temos como entender a mente de Deus, nem exatamente como Ele age. Não podemos ir além da Bíblia.

Perto de Deus, com certeza podemos dizer:
Sejamos humildes. Nada sabemos

Abraço!

Fernando disse...

Sem fanatisco religioso, ou total descrença, pensem bem antes de achar q somos apenas oq vemos ou sentimos, o fato de dizerem que apenas usamos uma pequena parte de nosso cérebro não é uma mentira.

Oq está neste livro não é realmente segredo, é uma coisa aberta, mas podem ver que muitos ainda negam, imaginem se soubessem a verdade, esse livro é apenas uma base muito pequena sobre oq poucos sabem.

Façam uma pesquisa sobre tudo isso, não podemos discutir um assunto sendo um leigo, antes de mais nada, leiam, observem.

Cristina disse...

Meu caro Leandro,

Não sei porque ficou tão admirado ou confuso com a minha afirmação de que Deus é (também) Nada.Mas vou tentar explicar melhor a minha afirmação: 1º Algo que engloba Tudo, englobará forçosamente o Nada. Se o nada existe (como conceito, significado, sentido) foi criado por Deus. Porque tudo foi criado por Ele. E Ele é todas as coisas. 2ºPor mais palavras que possamos utilizar para O qualificar, ainda assim nunca abarcaremos a Sua Essência. Essa está para além do entendimento humano. Por isso Ele é Tudo o que possamos pensar e ao mesmo tempo não é Nada do que pensamos. Tudo e Nada.

Melhor agora?


Cumprimentos.

Fernando disse...

Leandro Teixeira disse...
Não podemos ir além da Bíblia.
Perto de Deus, com certeza podemos dizer:
Sejamos humildes. Nada sabemos

Bíblia?
Você pensa que a Bíblia diz tudo, que foi o próprio Deus que escreveu, que não houveram traduções erradas, interpretações erradas. Muita calma para dizer e interpretar sobre a Bíblia.

Sejamos Humildes. Nada Sabemos?
Sejamos apenas Humildes para aprender, se não sabemos temos que buscar o conhecimento, temos que evoluir, o erro é querer entender Deus, saber quem ele é, ao invés disso procure sua própria essência , se algo foi dito e escrito, se o conhecimento foi passado, tem que ser usado, não apenas recitado, apesar que, evidentemente, alguns só são o rebanho de outros.

Fernando disse...

Outra coisa que me esqueci de dizer é que, nem Tudo tem que ficar a cargo de Deus, não pense que é egoísmo tentar fazer as coisas por só próprio, muito pelo contrário, assim estará indo contra o próprio ensinamento, essas contradições que levam muitos a descrença e outros ao fanatismo.

Leandro Teixeira disse...

Olá Cristina, tudo bem?

Deus criou todas as coisas. Isto não significa que ele É tudo aquilo que Ele criou. Falando deste jeito, parece permissível alguém adorar ao sol, ou a uma caneta, pensando que estas coisas são Deus também, já que Ele os criou. Esta doutrina se chama Panteísmo. Deus é tudo sim, mas no sentido em que Ele é tudo o que necessitamos para sermos felizes, para nos consolar, nos ajudar nas dificuldades do dia-a-dia; é tudo o que precisamos para nos livrarmos de nossa natureza decaída. Assim sendo, admirou-me tal afirmação, que Deus é tudo e nada.
Dizer que algo é uma coisa e também a sua antítese não me parece correto, do ponto de vista lógico. É como dizer: 'a sala está iluminada e também não está'; ou ainda 'o balão está cheio de ar e vazio de ar'...
Mas é bem interessante o que você falou sobre o nosso conhecimento sobre Deus. É bem verdade que Ele está além do entendimento humano. Paulo mesmo escreveu em Romanos 11.33-36 - "Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!". Mas isto não significa que não podemos saber um pouco Dele.
Quanto a sua última frase, concordo em partes. Eu colocaria assim (se me permitir): 'Deus é muito mais do que imaginamos, muito maior do que pensamos. Mas Deus não é nada do que os ímpios pensam que Ele é'.
Há os que dizem (levianamente) que sabem tudo sobre Deus. Há também (infelizmente) quem não saiba nada sobre Ele.

Estamos entendidos? :)

Abraço.

Leandro Teixeira disse...

Olá Fernando, tudo bem?

Sobre os seus comentários, tenho a dizer o seguinte:
Não estou sendo fanático. Se fosse assim, eu não leria nada além da Bíblia, ou de livros que falem sobre a Bíblia. Muito pelo contrário; eu leio tudo o que chega às minhas mãos e não fico simplesmente emitindo opiniões precipitadas sobre qualquer assunto, como talvez você esteja pensando.
Não vejo como procurar a essência de Deus sem conhecê-lo. Como conhecer alguém sem ouvir o que ele fala, mostra, pensa - em resumo, como esta pessoa é? Não temos como saber tudo acerca de Deus, mas Ele nos deixou pistas suficientes para que possamos buscá-lo e conhecê-lo. As interpretações erradas, por exemplo, são fruto de querer adaptar a escritura aos seus próprios interesses, ou até mesmo por querer entender tudo sozinho.
Concordo contigo quando diz que o conhecimento deve ser praticado, pois de outra forma seria inútil. Recitar para os outros e não praticar é o mesmo que faziam os fariseus na época de Jesus (e que foram duramente criticados por ele por causa disto) e muitos 'cristãos' nos dias de hoje. E é verdade que estes são como "folhas de árvores sendo levados pela água do rio". Posso afirmar com certeza de que quem age assim não conhece realmente a Deus, não O respeita e nem O ama. E os que perdem a fé por causa disto também não confiavam em Deus, mas nos próprios homens. Pensam que Deus é o que as pessoas que dizem o professar mostram. Não dá pra invalidar os Seus ensinamentos pela incapacidade das pessoas os seguirem. As contradições às que você se refere são das pessoas, e não dos ensinamentos e ações de Deus.
E finalmente concordo com o que dizes que temos que fazer a nossa parte. Este é um erro muito freqüente nas igrejas, mas não é isto a que eu me referi no post. A minha crítica é direcionada àqueles que são tão mesquinhos que pensam que tudo depende de si mesmos. Quem pensa desta forma conhece só uma parte da história, e aí sim, se enquadra no que você falou, sobre o fato de sermos 'leigos'.
'O segredo', como eu escrevi e você também colocou, não é nenhuma novidade. O que eu penso sobre isto é que os autores são um tanto desonestos. Afinal, pegar algo já conhecido, embalar e vender como novo pra mim cheira a desonestidade. É marketing, claro. Não critico muito os 'autores', pois é claro que eles precisam de dinheiro, como todo mundo. Fico bobo com quem acha que seus problemas vão se resolver apenas com palavrinhas ditas ao 'grande gênio da lâmpada do universo'.
Uma coisa eu penso que é correto: é importante 'levar a vida' com bom ânimo, sem negativismo. Pensar negativo nos entorpece e nos deixa acomodados e sem esperança. Mas o contrário não vai necessariamente nos deixar milionários ou com uma 'saúde de ferro'.

Cordialmente,
Leandro.

Fernando on 8 de setembro de 2007 13:34 disse...

Tudo bem Leandro Teixeira.

Fico feliz em saber que você é uma pessoa esclarecida.

Realmente, o livro chega a nós como "o segredo", e de segredo não tem nada, isso é marketing, alí tem muita coisa já praticada abertamente por religiões, ordens, enfim, mas com outro nome, mas o verdadeiro segredo não esta alí, senão não seria segredo.
Alguns dizem conhecer o segredo, outros que o segredo será revelado apenas após nossa vida aqui na Terra, outros...
Como você mesmo disse, muitas pistas nos foram deixadas e que existem interpretações erradas para interesse próprio, só temos que tomar cuidado com essas interpretações.

No mais, acredito que o livro não é de todo mal.

Para outras pessoas que pensam que não existe nada além do que nós vemos, de que não existe o poder "sobrenatural". Porque dizer "sobrenatural" ao invés de natural?
Assim fica mais fácil entender.

Abraços!

rebecabalaniuc on 9 de outubro de 2007 09:36 disse...

Bom dia!
Meu nome é Rebeca, eu sou de ES, filha de pastor, sobrinha de pastor e neta de pastor! Então já viu, nasci na igreja Batista e graças a DEUS sou evangélica desde muito novinha. Um dia desses estava assistindo THE OPRAH WINFREY SHOW e ouvi, pela primeira vez, falar sobre "O SEGREDO". Os criadores estavam lá contando sobrer o livro, o filme e eles me deixaram bastante fascinada sobre o poder que o livro tinha de mudar a vida de qualquer pessoa, em qualquer lugar! Uma mulher que havia lido o livro e visto o filme foi até lá e disse o quando a vida dela tinha mudado em 1 ano!! E O SEGREDO nada mais é do que a LEI DA ATRAÇÃO. Pensamentos positivos trazem coisas positivas... quem só reclama ANDA 40 ANOS NO DESERTO EM CÍRCULOS. É OU NÃO É?
Um mulher evangélica na platéia daquele dia, levantou-se e perguntou àqueles dois homens se ela lendo o livro e colocando os ensinamentos em práticas DEUS estaria se ausentando do controle de sua vida e da vida de sua família, a resposta deles foi que antes deles fazerem o livro, eles lera muito sobre Jesus, sobre a bíblia, sobre Buda, sobre vários líderes espirituais e que uma coisa que eles certamente aprenderam com a bíblia foi que "TODO AQUELE QUE ME PEDIR QUALQUER COISA EM ORAÇÃO, CRENDO, RECEBERÁ". É um versículo, não é? Pois bem, eles disseram que ela não excluiria Jesus da vida dela, mas quando ela escolhesse colocar em prática aquelas regras, ela deveria orar e CRER firmemente. ACREDITAR, CONFIAR EM DEUS e PENSAR POSITIVAMENTE sobre aquilo e então ela receberia. Não porque ela conquistou, mas porque QUALQUER QUE PEDIRDES QUALQUER COISA EM MEU NOME (EM NOME DE JESUS), CRENDO, RECEBERÁ.
Amado, não podemos generalizar isso. Se esse livro está fazendo com que muitas pessoas mudem pra melhor deixando os pensamentos ruins e as reclamações de lado, pode não ser de todo RUIM. A bíblia nos diz que devemos RETER O QUE É BOM, certo? Pois façamos isso. Eu comprei há dois dias atrás os dois livros e o dvd. Estou louca pra começar a ler e colocar coisas em prática na minha vida, mas DEUS VEM SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR. SE ELE QUISER, SERÁ FEITO. SE ELE MANDAR, OBEDECEREI. SE ELE PERMITIR, ACONTECERÁ. SE ELE QUISER, TUDO VAI MELHORAR.

Leandro Teixeira disse...

Olá Rebeca, tudo bem?

Pelo que você me falou, o que você sabe sobre "o segredo" basea-se na entrevista que os autores deram no programa da Oprah. Você não leu o livro ainda, né? Peço que o leia, mas com MUITA atenção. Não se deixe enganar pelas 'conversas agradáveis'.

Quando você escreveu isto ("filha de pastor, sobrinha de pastor e neta de pastor"), qual foi a sua intenção? Colocar-se em uma posição de autoridade para dar validade ao que você escreveu? Se foi isso, não precisava, porque eu considero os argumentos que a pessoa usa, e não quem a pessoa é.

Quanto ao fato bíblico dos israelitas só reclamarem e, por isto, peregrinarem por 40 anos, tal fato se deu mais pelo povo não ter confiado na provisão de Deus. A murmuração foi apenas o reflexo externo da falta de confiança no Deus que os tirou do Egito.

"TODO AQUELE QUE ME PEDIR QUALQUER COISA EM ORAÇÃO, CRENDO, RECEBERÁ" - concordo, desde que esteja de acordo com a vontade de Deus. em Mt 17.20 Jesus fala "se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá - e há de passar; e nada vos será impossível". Só que esta fé não é uma crença na fé como uma força ou poder, mas fé em Deus (cf. Mc 11.22). Esta fé é uma obra de Deus que tem lugar no coração do
cristão (cfe. Fp 2.13; Mc 9.24). É a plena certeza que Deus transmite ao coração, de que nossa oração é respondida. Não podemos produzi-la em nós mesmos por meio da nossa mente (cfe. Rm 12.3).
A verdadeira fé opera sob o controle de Deus. Ele no-la concede à base do seu amor, sabedoria, graça e propósito soberano, para a
execução da sua vontade e como expressão do seu amor por nós. Não deve ser usada para nosso próprio proveito egoísta (cfe. Tg 4.3).

O Segredo, minha cara irmã em Cristo, é estar sob a orientação de Deus todos os minutos da sua vida. Nós não sabemos o que é bom pra nós, nem mesmo como construir sozinhos a nossa própria felicidade. Mas Deus sabe de tudo isto, e obedecendo-o, sujeitando-se a sua Vontade, com certeza serás feliz de verdade.

Reter o que é bom? Pois não. O fato de pensar positivamente é, com certeza, melhor do que pensar negativamente. Isto é lógico: pessoas bem humoradas e positivas atraem outras pessoas. Pessoas mal-humoradas e pessimistas não atraem ninguém. Qual é o segredo?

Paz e graça!

M.A disse...

Isto por aqui esta picado..... Bem pessoal gostaria de dizer aqui que o papai noel nao existe.....
E tambem que a igreja é um negocio da china, ganhar dinheiro com a fé do povo, quanto ao segredo, acredito piamente ( tambem em Deus), A Rhonda mereceu os milhoes ganhos.

Já circulei por varios sites e blogs, e cheguei a conclusão que ninguem ou poucos entenderam a essencia da mensagem, assim sendo, passo a citar:
~NOS estamos em um presente de um processo evolutivo que nos permite conhecer um pouco mais. Somos atomos aglomerados que nos confere esta massa , bem como tudo aquilo que nos rodeia.
Inexplicavelmente, integramo-nos no mundo e compreedemos tudo aquilo que nos rodeia, toda esta realidade, alem de processar informação, mas apesar de tudo somos um conjunto de atomos e energia, logo, acreditem ou nao, conseguimos progetar outra energia-telepatia, que nos vai encaminhar para a resolução das nossas intenções.
Esta energia consegue mudar nossa estutura e informação genetica e reparar qualquer anomalia.
O problema, como eu disse ainda a pouco, NOS estamos no principio, daí precisarmos de uma especie de ritual para nos mantermos focados e concentrados durante a progecção continua, por exemplo: quadros, simbolos , musica, rotinas, etc.
Agora vou deixar o meu testemunho:
Levei 8 anos a aprender a lidar com a minha natureza, o meu ser, aos 27 anos integrei-me, aos 28 comecei o processo de atracção; em dois anos sem ter nada nem onde cair morto, e estar duro e sem dinheiro no banco; consegui comprar uma boa casa, dois carros, empresa, e capital e ainda agora comecei.
Começou a aparecer problemas de saude: ernia cervical, enxaquecas de dois em dois dias e problemas de memoria. DECIDI, nao ter mais nada disso, a ernia desapareceu, as dores de cabeça e memoria tambem.
Voces criticam sem entnder nada, mas mesmo assim vos dou razao, mas...... eu tambem tenho.

Nao confundam as coisas. A lei da atração vos encaminha para a porta correta, mas voces é que tem de abri-la com astucia e mestria. Boa sorte.

M.A disse...

Ja agora para nao haver duvidas,as conquistas magnificas e materiais conseguidas, foram honestas, mas o como....bem o como eu fiz isso....bemmm...É SEGREDO.

Leandro Teixeira disse...

Para descontrair, aprenda a fórmula mágica para "atrair" dinheiro e poder!!!

Clique aqui

M.A. disse...

Eu acredito em Deus, mas a tirar o exemplo que voce esta a dar de " atrair dinheiro e poder", não sei porque, lembrei-me logo do negocio da china: "a igreja" de um modo NAO geral. E a venda do livro de auto ajuda mais antigo do mundo: a Biblia. Nao sei porque, mas acho mesmo parecido.... Bem..deve ser impressão..HEHEHEH. Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

LEANDRO TEIXEIRA, ESTOU ADMIRADA COM SUAS COLOCAÇÕES.QUE DEUS TE ABENÇÕE.

nusa disse...

Caros colegas que acham que a Bíblia é um livro qualquer,é porque voçês não acreditam no DEUS que fez os céu e a Terra.Voçês não imaginam como é bom acreditar em DEUS, e ter uma vida na presença de DEUS.Não estou falando de religiões, mas de alguém que é muito mais que uma simples religião e que mudou a minha vida de uma maneira especial. Abraços!

Anônimo disse...

Uma amiga me emprestou este livro, ainda não o conhecia, quando abri-o, li o prefácio e os agradecimentos da autora percebi logo que referia-se a algo místico, algo sobre o poder da mente. Concordo com o Leandro, pois hoje as pessoas não estão satisfeitas com Deus e buscam refúgio no poder da mente, que nada mais é que uma forma de ratificar o egoísmo hodierno da humanidade. Respeito a convicção de todos, mas digo que não li mais o livro, não preciso descobrir o segredo algum, pois Deus se revela a mim sem segredos!!

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails