Este blog foi desativado em 10/03/2014. Visite o novo projeto: Como está escrito

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Devemos alguma forma de culto a Maria? 15




Resposta: é um categórico NÃO.

Justificativa:

Para justificar, usei:

1 - Bíblia Almeida Corrigida e Fiel
http://www.bibliaonline.com.br/acf/
2 - Dicionário grego Strong
http://www.box.net/shared/7pv1339f3b
3 - NT em grego (tem a Bíblia em várias traduções, e várias ferramentas úteis - grátis)
http://www.e-sword.net/downloads.html

A seguir, alguns versículos, a palavra original em grego, e a referência númerica Strong, para facilitar a procura no dicionário.
Na seqüência de cada palavra, o significado de cada uma delas no grego original. Palavras repetidas não terão explicação repetida.
Mat 4:10 Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.

Adorarás = proskunéo (referenca G4352).
significa beijar, tal como o cão beija a mão do seu dono;
prostrar-se em homenagem (em reverência, adorar);
adoração.
servirás = latreúo (referencia G3000).
ministrar (a Deus);
render homenagem religiosa;
render serviço;
servo;
culto.

Atos 24:14 Mas confesso-te isto que, conforme aquele caminho que chamam seita, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na lei e nos profetas.

sirvo = servirás = latreúo (referencia G3000).

Mat 6:24 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

servir = douleúo (referencia G1398)
ser escravo de (literal/figurado, voluntário/involuntário);
serviço;
servir;
escravizar.

Atos 20:19 Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram

Servindo = douleúo (referencia G1398)
Rom 12:11 Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor

Servindo = douleúo (referencia G1398)

Rom 14:18 Porque quem nisto serve a Cristo agradável é a Deus e aceito aos homens.

Serve = douleúo (referencia G1398)

Lucas 2:37 E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia.

servindo = Vem de latreúo - látris (referencia G3000)
ministrar a Deus, render homenagem religiosa;
serviço;
servo;
culto.

João 16:2 Expulsar-vos-ão das sinagogas; vem mesmo a hora em que qualquer que vos matar cuidará fazer um serviço a Deus.

serviço = latreia (referencia G2999). Vem de latreúo - látris (referencia G3000)
ministração a Deus, isto é, adoração: culto, oficio, serviço.

Rom 9:4 Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas;

culto = latreia (referencia G2999). Vem de latreúo - látris (referencia G3000)

Rom 12:1 Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

culto = latreia (referencia G2999). Vem de latreúo - látris (referencia G3000)

Heb 9:1 Ora, também a primeira tinha ordenanças de culto divino, e um santuário terrestre.

culto = latreia (referencia G2999). Vem de latreúo - látris (referencia G3000)

Heb 9:6 Ora, estando estas coisas assim preparadas, a todo o tempo entravam os sacerdotes no primeiro tabernáculo, cumprindo os serviços.

serviços = latreia (referencia G2999). Vem de latreúo - látris (referencia G3000)

Observações:

Segundo o grego, então:

Proskunéo (referencia G4352)
Adoração, reverênciar a Deus.
Latria = latris (referencia G3000)
Dá a entender que é a adoração no sentido de culto, cerimônia, ritos, serviços, homenagem.
Dulia = douleúo (referencia G1398)
serviço, dever de servir a Deus, ser servo. Não significa 'honrar', nem 'venerar', nem 'culto'.
Hiperdulia= não existe na Bíblia.
Mas o prefixo HIPER significa 'posição superior', 'além', 'excesso'.


Conclusão:

  • Os que defendem o culto a Maria fazem um jogo de palavras com latria, dulia e hiperdulia, dizendo que adoram somente a Deus (latria), mas somente dão culto aos santos (dulia) e culto a Maria (hiperdulia).
  • Levando em conta o primeiro versículo por mim colocado (Mt 4.10), percebe-se facilmente o que Jesus disse. "Ao Senhor teu Deus adorarás (proskunéo) e só a ele servirás (latria)".
  • Em Mateus 6.24, conforme posto acima, Jesus fala que ninguém pode servir (dulia) a dois senhores. Ou serve (dulia) a Deus, ou serve (dulia) a Mamom.
  • Os que defendem o culto a Maria terão que reconhecer, tendo em vista que se serve (dulia) a Deus e juntando o significado de hiperdulia, servir (hiperdulia) a Maria seria prestar algo (serviço) muito maior a Maria do que a Deus.
  • A única destas três palavras relacionada a culto é latria, e este deve ser dado somente a Deus (conforme Mt 4.10)
  • Em nenhum lugar da Bíblia fala que devemos prestar culto a Maria. A Igreja Católica tem como fonte de autoridade, além da Bíblia, a Tradição e o Magistério. Mas ninguém tem o direito de acrescentar qualquer coisa que seja a Palavra, conforme (Gl 1.6-10, 1 Co 4.6, 2 Jo 1.9).

Soli Deo Gloria

Leandro Teixeira.

comment 15 comentário(s):

Carlos on 23 de março de 2008 03:18 disse...

Não há dúvida que o fenómeno da Mariolatria (adoração a Maria) está a crescer no mundo inteiro, nos tempos que antecedem a segunda vinda de Cristo. A este fenómeno não são estranhas as frequentes aparições da "Virgem" em vários lugares."
Maria assim como todos os "Santos Católicos" estão mortos aguardando a 2 volta de Jesus.
Será que não estão cometendo o mesmo erro do Rei Saul, quando estão clamando pelo nome de Maria e dos Santos Catolicos? (1 Samuel 28)

Allan Ribeiro on 23 de março de 2008 10:57 disse...

Não tinha visto essa postagem. Agradeço ao Carlos e ao seu comentário porque pude achá-lo.

Leandro, parabéns pela sua coragem e objetividade! Blogueiros cristãos por aí estão mais interessados em mostrar conhecimentos mil e em derramar o verbo, do que em "equipar os santos", educar as pessoas sobre o que a Bíblia diz e o que Deus espera de nós. Isso eu encontro em seu blog.

Leandro Teixeira disse...

Carlos e Allan:

Eu realmente não vejo nenhum problema em dar à Maria uma posição de destaque dentre as mulheres mencionadas na Bíblia. Admiro muito a coragem que ela teve em criar e se dedicar ao Deus que veio em carne, e mesmo sabendo do propósito da vida de Jesus, manteve-se sempre ali, aos pés do nosso Senhor.

O que não dá pra aceitar é esta forma de "sentimentalismo" propagado por alguns grupos religiosos, que ela (Maria, a mãe) intercede junto ao Filho (Jesus) para que tenhamos acesso à Deus (Pai). Jesus (lembrando, que é Deus soberano) não vai se convencer de qualquer coisa só porque a sua mãe terrena pede a Ele. Aliás, Maria morreu, portanto, ela nada sabe mais do que se passa "debaixo do sol", e está esperando a ressurreição, assim como todos os outros crentes que já não estão mais aqui. E isto vale para todos os "santos" inventados também.

Parece-me que está cada vez mais difícil achegar-se à Deus por meio de Cristo, e precisamos criar intermediários mais humanos e menos divinos, ou até mesmo intermediários utilitários, tais como o "santo casamenteiro", ou o "santo das causas impossíveis", ou o "protetor dos caminhoneiros". Não sabem estes que é Deus que tudo cria e tudo sustenta? E é Ele quem protege e nos dá provisão de tudo o que necessitamos, e sabe o que vamos pedir antes mesmo das palavras chegarem à nossa boca?

jatuleba on 30 de julho de 2008 13:40 disse...

Por q tanto odio a Maria?
Atos dos Apóstolos 7:33
E disse-lhe o Senhor: Tira as alparcas dos teus pés, porque o lugar em que estás é terra santa.
se a terra é santa....veja bem ..terra ...TERRA SOLO.. o q dizer do ventre dessa mulher??
Se devemos culto ou nao é outra historia..mas essa raiva protestante é impressionante...vc pula lucas 1 qdo le o novo testamento??

Leandro Teixeira disse...

Caro "jatuleba":

Não nego que há exagero de algumas pessoas (repito, algumas pessoas) em relação à Maria. Buscando um total distanciamento em reconhecer a importância de Maria e prestar-lhe culto, estas pessoas acabam agindo de forma até neurótica. Pode-se perceber isto facilmente quando algum católico se converte à alguma denominação evangélica. Acho que as pessoas se sentem um tanto enganadas, e temem, e então vem o extremismo.

Mas não é o caso desta postagem. O que eu fiz foi explicar o porquê que não se deve prestar culto à Maria. Nada mais. Infelizmente, alguns grupos religiosos, como os católicos, acham que qualquer colocação evangélica sobre Maria é ofensiva. Isto se dá porque um dos pilares do catolicismo é o culto a Maria, tanto é assim que qualquer cerimônia católica usa muito mais o nome de Maria do que o nome de Jesus.

Nós, protestantes em geral, reconhecemos Maria como uma agraciada (Lc 1.28-39). Se Deus e os anjos assim a reconheceram, porque deveríamos agir diferente?

Muitas pessoas, servas de Deus, como os profetas, também acharam graça diante de Deus. Mas nem por isso estas pessoas merecem culto. Isto é tirar a glória de Deus e colocá-la em homens, o que é inadmissível, tanto para protestantes quanto para católicos, não é?

A minha proposta neste post era mostrar que deve-se dar a cada um a honra que merece.

Lembre-se também, que a mãe de Jesus poderia ser qualquer outra mulher, mas Jesus não poderia ter sido outro.

Fique em paz!

jatuleba on 4 de agosto de 2008 18:41 disse...

Caro Leandro
vejo que és um homem ponderado.
Nao dirigi minhas palavras a vc especifiamente qdo disse a respeito do ódio protestante a Maria.
Mas reconheço tbm que ha um certo exagero por parte de alguns Catolicos.
Sinceramente, repito , nao sei se devemos culto a Maria ou nao.. ou se isso realmente importa...
Nao acredito que qdo Jesus vier irá perguntar o nome da sua igreja.
Afinal se criam igreja todos os dias...aos milhares por ano, no mundo todo.
O que importa no final é tentarmos cumprir pelo menos um pouquinho dos ensinamentos do Mestre.

Taiana Froes on 22 de julho de 2010 08:38 disse...

Leandro Teixeira,
Tenho duas coisas a colocar:
1)"a mãe de Jesus poderia ser qualquer outra mulher". De maneira alguma! É a mesma coisa que dizer que sua mãe poderia ter sido qualquer mulher!! Nós não acreditamos que Deus tem planos para as nossas vidas? Que "desde o ventre já nos conhecia"? Portanto Maria foi ESCOLHIDA, para ser a mãe de Jesus! Não poderia ser outra porque ela é pura, sem mancha do pecado original, de outra forma, como poderia o Santíssimo nascer de uma pecadora????
2)"qualquer cerimônia católica usa muito mais o nome de Maria do que o nome de Jesus." Desculpa, mas se for a uma missa vai perceber que o nome de Maria somente é dito uma vez (com excepsão se houver alguma cantico de Maria). A celebração, o culto, a cerimonia, o nosso rito é todo para Deus! O mais importante na missa é a Eucaristia, Comunhão com Deus!! Por favor, procure conhecer nossa religião! Verá que temos muito mais em comum, do que elementos que nos separam, por que vcs evangelicos insistem em falar nas nossas discordâncias? Esquecem que Jesus é o mesmo e é um só!

Anônimo disse...

Sou Católico Apostólico Romano, com alegria, e admiro o empenho dos protestantes em defender a sua fé. Mas isso não justifica o ódio ao culto devido Àquela que é a nossa co-Redentora. Jesus nos redimiu sim, mas foi Maria quem no-lo Trouxe. Nossa Sra o entregou à humanidade. Não podia ser qualquer uma. Devia ser uma Mulher pura, sem pecado, Digna de ser mãe do Salvador. Maria não foi maculada pelo pecado de Adão e Eva. Maria é a mulher, que segundo Genese, pisa na cabeça da serpente. Cristo é o novo Adão, Maria, a Nova Eva, que gera a Posteridade redimida pelo sangue do Cordeiro. Maria nascida sem a mancha do pecado original, pode gerar o Salvador. Ela é Mae do nosso Senhor!!! Quem é mãe, não é mãe do corpo, mas da pessoa! É Maria quem nos oferece Jesus, com seu olhar de ternura, Maria, é a única criatura unida na união hipostática, Maria é antecipação e ponto culminante da condição escatológica da Igreja, Maria, foi a única Assunta ao Céu, ressucitada, ademais, sem pecado, não era possível que a morte a absorvesse. Maria não é qualquer Mãe, mas é A Mãe! nossa Mãe! Por todos esses méritos, se aproxima de nós! Jesus a quer glorificada, porque é sua mãe, nossa Mãe! Além de não ser manchada pelo pecado dos nossos primeiros pais, em todos os momentos da sua vida Ela correspondeu aos chamados de Deus. Ela é cheia de graça, segundo o Anjo, Ela é Bendita entre todas as mulheres, segundo santa Izabel, Ela é o ponto de ordem no Universo, ela é a primogênita das Criaturas, vaso insígne de Devoção. Meditem na ladainha à Nossa senhora, e compreenderão. Para finalizar, quero deixar um trecho da bula do Beato Pio IX:
Ela, estando à direita de Seu Unigênito Filho, Jesus Cristo, Nosso Senhor, com as suas súplicas maternas impetra com eficácia, obtém quanto pede, nem pode deixar de ser ouvida.
Procurem estudar a doutrina Católica antes de dar opiniões ofensivas e deprimentes.
A paz de Jesus e o Amor de Maria!!!

Daniel on 21 de outubro de 2010 01:04 disse...

Reavivando as discussões, relembro que no Santo Evangelho, Maria é aclamada como BENDITA entre todas as mulheres pela voz de um anjo!

Esse fato, faz dela digna de todas aclamações aqui na terra! Pois se o anjo que fazia a plena vontade de Deus, aclamou ela, quem somos nos para negar-mos o fato de que ela não pode ser aclamada?

Sem exageros! Jesus é extremamente maior que ela. Ela sabe disso e reconhece-se como SERVA! EXEMPLO Admirável!

Olhem em Lucas tbm, outro trecho, Isabel, cheia do espirito santo sauda ela com uma veneração: De onde vem a honra (dita) para que mãe do Meu Senhor venha me visitar?

Outro exemplo!

Concordo que há UM DEUS, e somente adoramos ELE! Ele merece tudo...
Mas se o próprio Deus, derramou de bençãos e agiu dentro de uma mulher plenamente, seguir essa mulher faz com que qualquer um siga o DEUS DE ISRAEL.

Louvar Maria é uma forma de louvar Jesus! Pois ela sempre estará aos pés de seu filho, e é ao lado de minha mãe maria, que eu quero estar!

Pr. Maury, Chatuba - Mesquita - RJ disse...

Meu DEUS, usar algo escrito por um Papa para justificar a Mariolatria é um pouco demais,1º O Culto a Maria não está na Bíblia, 2º Há Salvação fora da Igreja catolica, não ha SALVAÇÂO fora de JESUS, 3º O representante de DEUS na Terra não é um papa, é o ESPIRITO SANTO DE DEUS, 4º Só haverá a ressureição dos Santos no advento da 2ª Vinda de Jesus. A ELE (JESUS) a Honra, a Glória e o Louvor. Fiqujem em Paz e vão ler a Bíblias, não os escritos papais.

Pr. Maury, Chatuba - Mesquita - RJ disse...

Meu DEUS, usar algo escrito por um Papa para justificar a Mariolatria é um pouco demais,1º O Culto a Maria não está na Bíblia, 2º Há Salvação fora da Igreja catolica, não ha SALVAÇÂO fora de JESUS, 3º O representante de DEUS na Terra não é um papa, é o ESPIRITO SANTO DE DEUS, 4º Só haverá a ressureição dos Santos no advento da 2ª Vinda de Jesus. A ELE (JESUS) a Honra, a Glória e o Louvor. Fiquem em Paz e vão ler a Bíblia, não os escritos papais.

Henrique Sebastião on 17 de dezembro de 2010 15:19 disse...

Olá, querido!

Sou católico e sou o primeiro a reconhecer que existem grandes exageros em determinadas vertentes da Igreja Católica quanto à veneração pela Virgem Maria.

Assim como existe muito falso profetismo espalhado em diversas vertentes evangélicas, sem falar em formação de quadrilha, crimes de contrabando de armas, lavagem de dinheiro, etc, etc, etc... Preciso citar fontes? Acho que não. E antes que venham me bater na cara com a questão dos padres pedófilos (a arma favorita dos que gostam de caluniar sem verificar os FATOS), respondo de uma maneira muito simples: experimentem colocar as palavras "pastor pedófilo" no google e vejam o que acontece...

Mas o meu objetivo não é a disputa. Acaso os fatos que apresentei me dão o direito de julgar todos os evangélicos a partir deste critério? Não. No entanto é isso que vossas senhorias costumam fazer com os católicos. Somos acusados das maiores barbaridades sem que nos dêem, ao menos, direito de resposta.

Sim, existem costumes de pessoas que se dizem católicas (muitas vezes grandes grupos) que parecem representar toda uma doutrina. Mas quando você vai estudar a questão a fundo (foi o que eu fiz) percebe que a situação é completamente diferente.

O que a verdadeira doutrina católica prega é a veneração (honrar o nome de um santo) e a tomada da vida da Virgem Maria como modelo de fé.

Se cremos que Deus é Pai; se cremos que Jesus é o Cristo, o Ungido, o Filho de Deus, também precisamos respeitar, honrar e amar aquela que foi mãe de Jesus.

Se cremos que todos os que amaram verdadeiramente a Deus nesta vida estão no Céu, e que aqueles que seguiram Jesus e morreram acreditando nele estão ao seu lado, seria o cúmulo do absurdo supor que a mãe do Cristo aqui na terra não estivesse junto a ele no Céu. Maria, ela que, segundo a Bíblia Sagrada, era cheia do Espírito Santo, e declarou de si mesma:

“De hoje em diante, todas as nações me chamarão bem-aventurada!” (Lc 1, 48)

Maria foi a primeira cristã, o perfeito modelo de fé e de confiança em Jesus, testemunha fiel de tudo o que se passou na vida dele, desde antes do nascimento até a Cruz. Quando os apóstolos fugiram, ela permaneceu ao lado do Filho de Deus, aos pés da Cruz.

De Jesus, Maria entende! Não, ela não foi nem é “uma mulher qualquer”, como ouvimos dizer por aí: não foi acidente nem sorte a Graça tremenda que aconteceu em sua vida! Não é todo dia que uma virgem recebe o aviso de um anjo, de que será a mãe do Filho de Deus! Não é todo dia que uma mulher fica grávida por obra especialíssima, direta de Deus! Não é "qualquer mulher" que gera e educa alguém como Jesus Cristo, nosso Deus!

É por isso que não é pecado chamar Maria de “Mãe de Deus”. Jesus sendo Deus, e Maria sendo sua mãe, quando a chamamos assim, honramos a memória de Maria, mas a Jesus glorificamos, reafirmando todas as vezes que Jesus Cristo é Deus.

No entanto, não vi nada, abslultamente nda no seu texto que desabone o culto à Maria. Acho que deveria ser mais específico em suas colocações. Muito obrigado pela oportunidade e pelo tom respeitoso da sua postagem.

Abraço fraterno em Cristo

Henrique Sebastião on 17 de dezembro de 2010 15:19 disse...

Olá, querido!

Sou católico e sou o primeiro a reconhecer que existem grandes exageros em determinadas vertentes da Igreja Católica quanto à veneração pela Virgem Maria.

Assim como existe muito falso profetismo espalhado em diversas vertentes evangélicas, sem falar em formação de quadrilha, crimes de contrabando de armas, lavagem de dinheiro, etc, etc, etc... Preciso citar fontes? Acho que não. E antes que venham me bater na cara com a questão dos padres pedófilos (a arma favorita dos que gostam de caluniar sem verificar os FATOS), respondo de uma maneira muito simples: experimentem colocar as palavras "pastor pedófilo" no google e vejam o que acontece...

Mas o meu objetivo não é a disputa. Acaso os fatos que apresentei me dão o direito de julgar todos os evangélicos a partir deste critério? Não. No entanto é isso que vossas senhorias costumam fazer com os católicos. Somos acusados das maiores barbaridades sem que nos dêem, ao menos, direito de resposta.

Sim, existem costumes de pessoas que se dizem católicas (muitas vezes grandes grupos) que parecem representar toda uma doutrina. Mas quando você vai estudar a questão a fundo (foi o que eu fiz) percebe que a situação é completamente diferente.

O que a verdadeira doutrina católica prega é a veneração (honrar o nome de um santo) e a tomada da vida da Virgem Maria como modelo de fé.

Se cremos que Deus é Pai; se cremos que Jesus é o Cristo, o Ungido, o Filho de Deus, também precisamos respeitar, honrar e amar aquela que foi mãe de Jesus.

Se cremos que todos os que amaram verdadeiramente a Deus nesta vida estão no Céu, e que aqueles que seguiram Jesus e morreram acreditando nele estão ao seu lado, seria o cúmulo do absurdo supor que a mãe do Cristo aqui na terra não estivesse junto a ele no Céu. Maria, ela que, segundo a Bíblia Sagrada, era cheia do Espírito Santo, e declarou de si mesma:

“De hoje em diante, todas as nações me chamarão bem-aventurada!” (Lc 1, 48)

Maria foi a primeira cristã, o perfeito modelo de fé e de confiança em Jesus, testemunha fiel de tudo o que se passou na vida dele, desde antes do nascimento até a Cruz. Quando os apóstolos fugiram, ela permaneceu ao lado do Filho de Deus, aos pés da Cruz.

De Jesus, Maria entende! Não, ela não foi nem é “uma mulher qualquer”, como ouvimos dizer por aí: não foi acidente nem sorte a Graça tremenda que aconteceu em sua vida! Não é todo dia que uma virgem recebe o aviso de um anjo, de que será a mãe do Filho de Deus! Não é todo dia que uma mulher fica grávida por obra especialíssima, direta de Deus! Não é "qualquer mulher" que gera e educa alguém como Jesus Cristo, nosso Deus!

É por isso que não é pecado chamar Maria de “Mãe de Deus”. Jesus sendo Deus, e Maria sendo sua mãe, quando a chamamos assim, honramos a memória de Maria, mas a Jesus glorificamos, reafirmando todas as vezes que Jesus Cristo é Deus.

No entanto, não vi nada, abslultamente nda no seu texto que desabone o culto à Maria. Acho que deveria ser mais específico em suas colocações. Muito obrigado pela oportunidade e pelo tom respeitoso da sua postagem.

Abraço fraterno em Cristo

Henrique Sebastião on 17 de dezembro de 2010 15:20 disse...

Olá, querido!

Sou católico e sou o primeiro a reconhecer que existem grandes exageros em determinadas vertentes da Igreja Católica quanto à veneração pela Virgem Maria.

Assim como existe muito falso profetismo espalhado em diversas vertentes evangélicas, sem falar em formação de quadrilha, crimes de contrabando de armas, lavagem de dinheiro, etc, etc, etc... Preciso citar fontes? Acho que não. E antes que venham me bater na cara com a questão dos padres pedófilos (a arma favorita dos que gostam de caluniar sem verificar os FATOS), respondo de uma maneira muito simples: experimentem colocar as palavras "pastor pedófilo" no google e vejam o que acontece...

Mas o meu objetivo não é a disputa. Acaso os fatos que apresentei me dão o direito de julgar todos os evangélicos a partir deste critério? Não. No entanto é isso que vossas senhorias costumam fazer com os católicos. Somos acusados das maiores barbaridades sem que nos dêem, ao menos, direito de resposta.

Sim, existem costumes de pessoas que se dizem católicas (muitas vezes grandes grupos) que parecem representar toda uma doutrina. Mas quando você vai estudar a questão a fundo (foi o que eu fiz) percebe que a situação é completamente diferente.

O que a verdadeira doutrina católica prega é a veneração (honrar o nome de um santo) e a tomada da vida da Virgem Maria como modelo de fé.

Se cremos que Deus é Pai; se cremos que Jesus é o Cristo, o Ungido, o Filho de Deus, também precisamos respeitar, honrar e amar aquela que foi mãe de Jesus.

Se cremos que todos os que amaram verdadeiramente a Deus nesta vida estão no Céu, e que aqueles que seguiram Jesus e morreram acreditando nele estão ao seu lado, seria o cúmulo do absurdo supor que a mãe do Cristo aqui na terra não estivesse junto a ele no Céu. Maria, ela que, segundo a Bíblia Sagrada, era cheia do Espírito Santo, e declarou de si mesma:

“De hoje em diante, todas as nações me chamarão bem-aventurada!” (Lc 1, 48)

Maria foi a primeira cristã, o perfeito modelo de fé e de confiança em Jesus, testemunha fiel de tudo o que se passou na vida dele, desde antes do nascimento até a Cruz. Quando os apóstolos fugiram, ela permaneceu ao lado do Filho de Deus, aos pés da Cruz.

De Jesus, Maria entende! Não, ela não foi nem é “uma mulher qualquer”, como ouvimos dizer por aí: não foi acidente nem sorte a Graça tremenda que aconteceu em sua vida! Não é todo dia que uma virgem recebe o aviso de um anjo, de que será a mãe do Filho de Deus! Não é todo dia que uma mulher fica grávida por obra especialíssima, direta de Deus! Não é "qualquer mulher" que gera e educa alguém como Jesus Cristo, nosso Deus!

É por isso que não é pecado chamar Maria de “Mãe de Deus”. Jesus sendo Deus, e Maria sendo sua mãe, quando a chamamos assim, honramos a memória de Maria, mas a Jesus glorificamos, reafirmando todas as vezes que Jesus Cristo é Deus.

No entanto, não vi nada, abslultamente nda no seu texto que desabone o culto à Maria. Acho que deveria ser mais específico em suas colocações. Muito obrigado pela oportunidade e pelo tom respeitoso da sua postagem.

Abraço fraterno em Cristo

Henrique Sebastião on 17 de dezembro de 2010 15:25 disse...

Ao postar meu comentário, houve uma falha e a mensagem saiu replicada. Perdão.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails